Diário Online
Notícias / Notícias Pará
LONGA HISTÓRIA

Colégio Paes de Carvalho faz 181 anos e recebe homenagens

Instituição tradicional e histórica da educação pública do Pará foi sede de um ato simbólico realizado por alunos e ex-alunos.

sexta-feira, 29/07/2022, 08:48 - Atualizado em 29/07/2022, 08:47 - Autor: Wesley Costa/Diário do Pará

Google News

CEPC é motivo de orgulho para antigos e atuais alunos e educadores
CEPC é motivo de orgulho para antigos e atuais alunos e educadores | Ricardo Amanajás/Diário do Pará

Fundado na década de 1930, em Belém, o Colégio Estadual Paes de Carvalho (CEPC) completou na última quinta-feira (28), 181 anos.

A escola que ajudou a formar grandes personalidades do Estado, também carrega o título da mais antiga instituição pública de ensino em funcionamento do Brasil. Os ex-alunos que estudaram no colégio entre os anos de 1970 e 1980, prestaram homenagens.

Veja também:

Pará fecha 1º semestre com quase 25 mil novos empregos

Imagem de Nossa Senhora de Nazaré vai visitar Rio de Janeiro

O grupo “CEPC, eu te amo”, conta atualmente com cerca de 50 membros. O professor de estatística, Orlando Ruffeil, 71, que ingressou na escola no ano de 1964, disse ser grato pelos anos em que esteve na escola.

“Estar novamente aqui no colégio quando ele completa 181 anos é muito emocionante e não tenho palavras para definir o que isso significa. É um sentimento muito bom e forte que toma conta de mim”, conta.

Para Ricardo Albuquerque, 66, outro membro do grupo “CEPC, eu te amo”, o encontro com a geração de alunos que agora desfrutam de toda a estrutura que o Paes de Carvalho oferece, também é muito importante para a história da cidade e do Pará. “Essa troca de gerações é muito legal, porque conseguimos transmitir a eles um pouco do amor que temos pelo CEPC”, diz.

TROCA DE EXPERIÊNCIAS

Ocupando o cargo de atual presidente do grupo estudantil do Paes de Carvalho, a estudante Daiany Lima, 17, também falou sobre a troca de experiência.

“Esse contato com eles nos mostra que o amor pelo Paes de Carvalho não termina quando saímos dele. Para mim é uma honra fazer parte de tudo isso e continuar ajudando a instituição a contar histórias e transformar a vida das pessoas”, disse.

A aposentada Salvina Cunha, 62, falou sobre a homenagem. “A gente passa o ano todo nos organizando para esse momento, correndo atrás dos materiais necessários, da produção da bandeira e banner que precisam ser trocados para chegar aqui”, contou sobre a bandeira nacional e faixa de comemoração.

Diretora da escola, Alinne Castro fala do desafio que é gerir a instituição. “Estar aqui, e ter essa missão de mantê-la como uma escola de qualidade que a sociedade paraense merece, levando em consideração esses aspectos o protagonismo juvenil é bastante desafiador” afirma.

HISTÓRIA

Inaugurado como Liceu Paraense, em 1841, pelo então presidente da Província do Pará, Bernardo de Souza Franco, o colégio recebeu outras denominações até finalmente ser chamado de Colégio Estadual Paes de Carvalho, em 1942, em homenagem ao médico Paes de Carvalho, que durante o seu governo, deu impulso à educação no Estado.

Por lá, já passaram personalidades como o escritor Dalcídio Jurandir, o médico Gaspar Vianna, e ex-governadores, como Jader Barbalho, Simão Jatene, Lauro Sodré, Alacid Nunes, entre outros.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS