plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 24°
cotação atual R$


home
CNMP 2023

MPPA vence prêmio nacional sobre “Diálogo com a sociedade”

Os trabalhos selecionados entre 45 semifinalistas, que integraram uma listagem de 586 iniciativas das unidades e ramos do Ministério Público brasileiro.

Imagem ilustrativa da notícia MPPA vence prêmio nacional sobre “Diálogo com a sociedade” camera O prêmio foi recebido pelo Procurador-Geral de Justiça, César Mattar Jr. e pela autora do projeto, Promotora de Justiça Mônica Freire. | Divulgação

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) foi o 1º colocado na categoria “Diálogo com a sociedade” da 11ª Edição do Prêmio do Conselho Nacional do Ministério Público (Prêmio CNMP 2023) com o projeto “Navegue, Não Naufrague nos Crimes Sexuais”, de autoria da Promotora de Justiça e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOIJ) do MPPA, Mônica Freire.

A premiação ocorreu na tarde de terça-feira (28), no auditório do CNMP, em Brasília, e foi transmitido ao vivo pelo canal do CNMP no YouTube. O prêmio foi recebido pelo Procurador-Geral de Justiça, César Mattar Jr. e pela autora do projeto, Promotora de Justiça Mônica Freire.

CONTEÚDO RELACIONADO:

Os trabalhos selecionados entre 45 semifinalistas, que integraram uma listagem de 586 iniciativas das unidades e ramos do Ministério Público brasileiro. Os programas e projetos fazem parte das mais de três mil iniciativas cadastradas no Banco Nacional de Projetos (BNP), produto do Planejamento Estratégico Nacional, ferramenta responsável por coletar e disseminar práticas bem-sucedidas no MP.

Na edição deste ano, o MPPA foi finalista em uma das nove categorias, e saiu vencedor pela execução do projeto “Navegue, Não Naufrague nos Crimes Sexuais”, que atua contra a violência sexual à crianças e adolescentes.

Projeto “Navegue, Não Naufrague nos Crimes Sexuais”

Criado em 2018, o projeto foi desenvolvido para combater a subnotificação de violência sexual. Para dialogar com a sociedade, são utilizadas três metodologias: uma cartilha para dialogar com os adolescentes informando sobre a violência sexual, inclusive nos meios digitais; técnicas de teatro para as crianças; e uma outra cartilha para adultos, que apresenta estrutura e funcionamento da rede de proteção.

Quer saber mais notícias do Pará? Acesse o nosso canal no WhatsApp

O projeto “Navegue, Não Naufrague nos Crimes Sexuais” Já percorreu 17 escolas e capacitou 4.093 pessoas. Hoje já se estende para além do espaço escolar, indo a praças, saraus comunitários e comunidades ribeirinhas. É uma atividade extrajudicial que aproxima o Ministério Público da sociedade, a fim de dialogar sobre esses crimes e combate-los.

O projeto Já percorreu 17 escolas e capacitou 4.093 pessoas.
📷 O projeto Já percorreu 17 escolas e capacitou 4.093 pessoas. |Divulgação

Atualmente o projeto é parceiro de órgãos fiscalizadores como Conselhos Tutelares; Delegacias Especializadas em crimes contra crianças e adolescentes; Secretaria Municipal de Educação; Secretaria de Estado de Educação, entre outros.

VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Notícias Pará

Leia mais notícias de Notícias Pará. Clique aqui!

Últimas Notícias