Diário Online
Notícias / Polícia
CASO YASMIM

Passageiros da lancha podem responder por falso testemunho

Após reviravolta no caso, testemunhas serão novamente ouvidas a partir desta segunda-feira (3).

segunda-feira, 03/01/2022, 09:49 - Atualizado em 03/01/2022, 15:43 - Autor: Wesley Rabelo


Imagem ilustrativa da notícia: Passageiros da lancha podem responder por falso testemunho
| Reprodução

A Polícia Civil retomará nesta segunda-feira (3), os depoimentos das testemunhas que estavam no passeio de lancha que terminou com a misteriosa morte da jovem Yasmin Cavaleiro de Macêdo, de 21 anos.

Na última semana, o caso sofreu uma reviravolta que cercou ainda mais a morte da jovem de mistérios. Após trocar de advogado, o médico legista Euler Cunha Magalhães deu outra versão do caso, a qual disse ser “toda a verdade”. Segundo ele, uma série de disparos de arma de fogo foram feitos durante o passeio de lancha em que Yasmin desapareceu e morreu.

Caso Yasmin: médico disparou arma de fogo em lancha. Veja

Caso Yasmin: perícia é chave para investigação da morte

Segundo o advogado da família de Yasmin, Luiz Araújo, ele vai acompanhar os novos ​depoimento​s​ de forma minuciosa, e caso identifique omissão de informações, irá pedir o indiciame​​nto dos envolvidos pelo crime de falso testemunho. 

Segundo apuração da jornalista Sancha Luna, da RBATV, o laudo do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC) já está em posse da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, que investiga o caso. 

A Polícia deverá ter em mãos, na próxima semana, laudos com os resultados de alguns dos exames realizados para compor o inquérito de investigação do caso.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS