Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
PRAIA DO CRUZEIRO

Militar e policial penal são presos após tiros em Icoaraci

Um grupo de pessoas tentou tomar a arma do agente de segurança pública, que fez quatro disparos para preservar a própria integridade

domingo, 01/05/2022, 21:48 - Atualizado em 01/05/2022, 21:48 - Autor: Wesley Rabelo

Google News

Eles foram encaminhados para Divisão de Crimes Funcionais (Decrif) da Polícia Civil do Pará.
Eles foram encaminhados para Divisão de Crimes Funcionais (Decrif) da Polícia Civil do Pará. | Divulgação

Uma confusão ocorrida na manhã deste domingo (1º), na Praia do Cruzeiro, em Icoaraci, distrito de Belém, resultou na prisão de um Policial Penal, identificado como Carlos Eduardo Martins Ferreira, e Ian Paulo Gonzales Nascimento, soldado do exército brasileiro, após o agente de segurança pública estadual disparar contra um grupo de pessoas. 

Os dois saíram do local e foram interceptados por uma guarnição da Polícia Militar, na Rua 15 de Agosto com Avenida Dr. Lopo de Castro, no bairro do Cruzeiro. Após a abordagem eles foram apresentados, juntamente com o armamento de propriedade da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), na seccional de Icoaraci. 

LEIA TAMBÉM:

Vídeo: gás de pimenta vaza dentro de embarcação em Belém

Vídeo: falso entregador que matou jovem se entrega à polícia

Devido se tratar de um agente de segurança pública os depoimentos, das vítimas e dos acusados, foram colhidos na Divisão de Crimes Funcionais (Decrif) da Polícia Civil do Pará.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o vice-presidente do Sindicato dos Policiais Penais do Pará (SINPOLPEN), Demetrius Lemos, explica que um grupo de pessoas tentou tomar a arma do Policial, que fez quatro disparos para preservar a sua integridade. No vídeo, ele diz ainda que o sindicato estava fazendo uma coleta para arcar com a fiança  do policial Penal no valor de R$ 2.422,00. 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS