Diário Online
Notícias / Polícia
VIOLÊNCIA

Homem sem braço mata amigo com barra de ferro no Pará

Embora o suspeito tenha só o braço esquerdo, ele conseguiu se armar com pedaço de ferro e atacar a vítima com vários golpes na cabeça.

segunda-feira, 02/05/2022, 17:45 - Atualizado em 02/05/2022, 20:05 - Autor: Com informações portaljacunda.com

Google News

O suspeito terminou de matar a vítima no quintal de uma casa.
O suspeito terminou de matar a vítima no quintal de uma casa. | Reprodução/ WhatsApp

No Pará, os crimes considerados violentos tiveram uma redução considerável. Entre os meses de janeiro e dezembro de 2021, foram registradas 2.327 ocorrências. Os números são do Monitor da Violência, onde aponta que o Pará está entre os estados com redução nos índices de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLI), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. No entanto, a violência ainda faz parte da realidade dos paraense.

Neste final de semana, um homem com deficiência física, identificado apenas por “Riba”, matou a golpes de barra de ferro, o colega “Raimundinho”, na Rua 23, no conjunto de casas populares no município de Itupiranga, região sudeste do Pará. O crime ocorreu na tarde de domingo (1º), por volta de 15h e assustou os moradores locais com tamanha brutalidade. 

Veja também:


Segundo informações, os dois tiveram uma discussão em um bar, quando “Riba” se armou com um pedaço de ferro, embora só tenha o braço esquerdo, aplicou diversos golpes na região da cabeça da vítima. “Raimundinho” chegou a correr, mas foi alcançado e teve o rosto desfigurado com as agressões. O suspeito terminou de matar a vítima no quintal de uma casa.

Depois de matar o “amigo”, Riba fugiu, mas foi encontrado e preso por uma guarnição da Polícia Militar. Segundo testemunhas, os dois sempre pescavam e consumiam bebida alcoólica juntos.

 

“Riba” foi apresentado na 21ª Seccional Urbana
“Riba” foi apresentado na 21ª Seccional Urbana | Reprodução/ WhatsApp
  

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), em Marabá, para realização de exame de perícia. Já “Riba” foi apresentado na 21ª Seccional Urbana e em seguida ficou de ser transferido para o Centro de Triagem Masculino de Marabá (CTMM), onde vai aguardar decisão da justiça.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS