Diário Online
Notícias / Polícia
ROUBO DE CARGA

Quadrilha é presa após roubar R$ 130 mil em cigarros

A Divisão de Repressão ao Crime Organizado do Pará (DRCO) prendeu seis homens pelo crime de roubo e outro por receptação, no bairro do Benguí.

sexta-feira, 29/07/2022, 18:57 - Atualizado em 29/07/2022, 18:57 - Autor: Sales Coimbra com informações Sancha Luna/RBATV

Google News

Momento da prisão da quadrilha, no Benguí.
Momento da prisão da quadrilha, no Benguí. | Divulgação

Segundo a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), os roubos de cargas registraram um aumento de 1,7% no país em 2021. No total, pelos cálculos da entidade, essa modalidade de crime organizado causou um prejuízo financeiro de R$ 1,27 bilhão.

Nesta sexta-feira (29), a Polícia Civil do Pará, por meio da Divisão de Repressão ao Crime Organizado do Pará (DRCO), conseguiu desarticular uma quadrilha especializada no roubo de cargas e recuperou R$ 130 mil em mercadorias que haviam sido roubadas de uma empresa fabricante de cigarros.

A ação policial aconteceu no bairro do Benguí, em Belém, poucas horas depois do assalto realizado pela quadrilha a uma van da empresa Souza Cruz, na avenida João Paulo II. Seis criminosos foram presos, quando faziam a venda do carregamento roubado a um comerciante, que foi preso, em flagrante, pelo crime de receptação.

LEIA TAMBÉM:

Envolvidos em chacina de Altamira morrem durante confronto

Belém: polícia prende acusado de estuprar enteadas no Marajó

A Polícia Civil foi informada que uma van, carregada de pacotes de cigarros, foi abordada por seis homens em dois veículos, quando se dirigia para o município de Ananindeua, pela avenida João Paulo II. Diante da denúncia, a equipe da DRCO se deslocou até o bairro do Benguí e encontrou os assaltantes no exato momento em que estavam fazendo a entrega do carregamento roubado. Ao se aproximarem, um homem foi abordado e se apresentou como dono do estabelecimento.

Segundo o delegado Evandro Araújo, diretor da DRCO, a quadrilha já estava sendo investigada por outros roubos de carga. Por isso, assim que tomaram conhecimento do assalto realizado na João Paulo II, os policiais suspeitaram que se tratava de uma ação do mesmo grupo criminoso.

"Na verdade, nós já vínhamos investigando essa quadrilha, inclusive, já havia um mandado de prisão contra um dos integrantes por um roubo anterior também contra a empresa Souza Cruz. Então, quando houve a abordagem na João Paulo, na manhã de hoje (29), nós já identificamos que muito provavelmente ele se dirigiriam até o bairro do Benguí para fazer a venda da mercadoria", explicou Araújo.

"Foi quando nossas equipes foram até lá e conseguiram identificar e efetuar a prisão dos sete envolvidos. Fizemos a prisão não só dos ladrões, que são em número de seis, como também do receptador que iria comprar a carga e revendê-la no mercado", acrescentou.

Ainda de acordo com o diretor da DRCO, os homens presos integram uma quadrilha especializada no roubo de cargas, que tem na empresa fabricante de cigarros seu maior alvo, porém, não o único. "Eles são especializados no roubo de carga, preferencialmente da Souza Cruz, mas também já roubaram cargas dos Correios", concluiu.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS