Diário Online
REVELAÇÕES

Carla Perez revela que sonhava em ser a 'nova' Hebe Camargo

A polêmica declaração foi dada em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo

segunda-feira, 29/11/2021, 17:29 - Atualizado em 29/11/2021, 17:29 - Autor: Com informações tvhistoria


Carla Perez no SBT
Carla Perez no SBT | Reprodução

Após estourar como dançarina do grupo "É o Tchan", em 1996, Carla Perez resolveu investir na carreira de apresentadora. Contratada pelo SBT em 1998, ela comandou dois programas no canal de Silvio Santos – "Fantasia" (das famosas gafes, como dizer “i” de “iscola”) e "Canta e Dança, Minha Gente".

Mas os planos da baiana eram muitos ambiciosos: ela sonhava se tornar a nova Hebe Camargo (1929-2012). A polêmica declaração foi dada em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, em 1999, algumas semanas antes da estreia do programa "Canta e Dança, Minha Gente".

“Acredito que, pouco a pouco, me tornarei a nova Hebe da televisão”, disse ao repórter Thiago Stivaletti.

Veja também!


O "Canta e Dança" era uma espécie de Esquenta, com números musicais (pense em muito axé music, ritmo que estava em evidência no final dos anos 1990) e gente dançando no palco. Mas a inspiração do programa não foi a atração de Regina Casé, que surgiria muitos anos depois, mas sim o "Planeta Xuxa", que Xuxa comandava nas tardes de domingo da Globo.

Luiz Bento, então diretor do Canta e Dança, confirmou ao jornal: “imitamos o programa da Xuxa nos cenários, que se movimentam e interagem com a plateia”.

Já Carla negou a influência. “Se há alguma semelhança, é com o programa do Chacrinha, que originou todos os outros musicais”.

A atração de Carla foi massacrada pela crítica da época. Na revista Istoé Gente, de 22 de novembro de 1999, uma semana após a estreia, ocorrida no dia 14, Lilian Amarante chamou o programa de “aeróbica musical”.

“Num palco superpovoado, misturado com a plateia, a ordem é não ficar parado. Durante uma hora de programa, pelo menos 100 pessoas dançam freneticamente embaladas pelas músicas dos convidados”, explicou. “A impressão geral é de cansaço, principalmente em casa. Colocar a plateia para dançar junto com os convidados não é novidade. Mas o repertório do Canta e Dança, repetitivo e malicioso, dá outra dimensão à proposta”, completou.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS