Diário Online
Esporte / Esporte Pará
SOBREVOO

Drones em estádios de futebol: por que é crime usá-los?

O time de Belo Horizonte perdeu para o Clube do Remo e viu um drone no estádio com um cartaz de um fantasma, o símbolo do time e a letra C.

quarta-feira, 21/07/2021, 11:45 - Atualizado em 21/07/2021, 11:43 - Autor: Lucas Contente


Drone aparece no Baenão carregando um cartaz com o símbolo do Cruzeiro.
Drone aparece no Baenão carregando um cartaz com o símbolo do Cruzeiro. | Foto: Fernando Torres

Limites não parece está no vocabulário e ações dos torcedores durante os jogos e nas redes sociais. Desta vez, a encarnação veio de forma diferente, através dos ares, em um drone.

Se não bastasse a derrota para o Clube do Remo, o Cruzeiro ainda teve que ver o "fantasma do rebaixamento" na noite da última terça-feira (20) no Estádio Baenão. No meio do segundo tempo do jogo entre as duas equipes, um drone Invadiu o estádio com uma imagem de um fantasma, a letra C e o símbolo do time de Minas Gerais.

O uso de drones em ambientes onde aja presença de grande contingente de pessoas, no entanto, é proibido pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Além disso, para operar um equipamento acima de 25kg, é necessário ser cadastrado na ANAC por meio do Sistema de Aeronaves não Tripuladas (SISANT). Ao descumprir as normas o condutor poderá até perder sua licença para pilotar o equipamento.

Já pelo Artigo 33, do Decreto-Lei das contravenções penais, dirigir aeronave sem estar devidamente licenciado pode gerar pena de prisão simples (quinze dias a três meses) e pagamento de multa. Pelo Art. 35 do mesmo Decreto-lei, praticar acrobacias ou fazer voos baixos, fora da zona permitida em lei, bem como fazer descer a aeronave fora de lugares destinados a essa finalidade, também pode gerar prisão simples (15 dias a três meses) e multa.

Felipe Conceição enaltece consistência defensiva do Remo

A imagem gerou grande repercussão nas redes sociais principalmente pela fase que a raposa está passando nessa série B do Campeonato Brasileiro.

O time comandado pelo técnico Mozart Santos ocupa a 17ª posição na tabela de classificação com apenas 11 pontinhos em 13 partidas. É a pior fase da história do Clube, que vem de uma crise financeira que soma quase R$ 1 bilhão em dívidas.

E MAIS - Flamengo faz último treino antes de reencontro com a torcida em Brasília




Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS