Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
ACORDA, LEÃO

O que o Remo precisa para se firmar no G-8? Albano responde

Leão Azul tem 16 pontos, assim como outras quatro equipes. Postura deve mudar o quanto antes

quarta-feira, 15/06/2022, 15:27 - Atualizado em 15/06/2022, 15:30 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Albano ficou um mês longe dos gramados por conta de uma lesão
Albano ficou um mês longe dos gramados por conta de uma lesão | Samara Miranda/Remo

Sétimo colocado na Série C do Brasileiro, o Clube do Remo precisa de uma sequência positiva para não se complicar na reta final da fase classificatória. Problema é que os azulinos estão com complicações para manter uma boa regularidade nos jogos. Até agora, foram cinco vitórias, quatro derrotas e um empate, o que vem incomodando o elenco remista.

“Nós estamos trabalhando para não ter uma campanha de altos e baixos. A gente trabalha para melhorar nossos resultados fora de casa, o que não está acontecendo, fazendo com que a gente se cobre muito por isso. Precisamos de uma sequência de vitórias, dentro e fora de Belém, para obter uma tranquilidade e ficar entre os oito”, destacou o meia Albano.

- Leandro Carvalho é recebido em Belém e declara: sou remista

- L. Carvalho e um recomeço no Remo, que faz aposta arriscada

Meia é visto como uma das esperanças para que o time encaixe
Meia é visto como uma das esperanças para que o time encaixe | Samara Miranda/Remo
 

O Remo parece estar no mundo invertido de Stranger Things. Como mandante, são cinco jogos, um empate e nenhuma derrota. Entretanto, longe de Belém as coisas já se complicam. Foram cinco partidas até aqui, com uma vitória e quatro derrotas, o colocado com o quarto pior desempenho da competição como visitante.

“Em casa estamos fazendo um bom trabalho. É manter essa sequência de vitórias em casa e depois ver o que podemos fazer para vencer fora também. Todo jogo sabemos que é difícil, mas em casa precisamos impor nossa força e nossa vontade. Com o apoio do nosso torcedor, estamos muito bem. Precisamos manter o foco total nos 90 minutos para não ser pego de surpresa", enfatizou Albano.

Na última partida, 3 a 0 para o Volta Redonda, no Rio de Janeiro. Mesmo com um jogador a menos desde o primeiro tempo, quando perdeu Daniel Felipe, o Leão não mostrou força, organização e apenas sucumbiu diante do adversário. Albano liga o alerta para a concentração que, segundo ele, vem faltando à equipe do técnico Paulo Bonamigo. 

“Quando sofremos o gol, desligamos e não conseguíamos trocar passes para atacar bem. Demos uma desligada. Acabamos levando mais gols e isso não pode acontecer. Precisamos ter concentração total no jogo inteiro. O que aconteceu foi uma fatalidade. Precisamos rever o que aconteceu para não passar por isso novamente", comentou.

Albano voltou a jogar contra o Volta Redonda, mas não foi o retorno que esperava
Albano voltou a jogar contra o Volta Redonda, mas não foi o retorno que esperava | Samara Miranda/Remo
 

Até aqui, 10 rodadas se passaram e restam mais nove para o término da fase classificatória. Os azulinos somam 16 pontos, assim como outras quatro equipes. Ou seja, qualquer tropeço pode tirar o Leão do G-8. Albano enfatiza a necessidade de melhorar o desempenho como visitante e mostrou chateação com a irregularidade nas atuações do time.

“Temos que melhorar fora de casa. Isso está óbvio. Em casa estamos com boas atuações. Fora até conseguimos jogar bem, mas foram poucas vezes e nem sempre nos 90 minutos. As vezes é uma parte do primeiro tempo, outras no segundo. Não estamos fazendo o jogo todo bom. Temos que melhorar isso", finalizou.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS