Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
VIOLÊNCIA

Vereador negro é morto a tiros de fuzil no RJ

Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) irá investigar a morte de "Sandro do Sindicato"

quarta-feira, 13/10/2021, 15:47 - Atualizado em 13/10/2021, 15:47 - Autor: Com informações IG.com


"Sandro do Sindicato", foi morto na manhã desta quarta-feira (13/10), a tiros de fuzil.
"Sandro do Sindicato", foi morto na manhã desta quarta-feira (13/10), a tiros de fuzil. | Reprodução/Redes sociais

A taxa de homicídios de pessoas negras no Brasil saltou de 34 para 37,8 por 100 mil habitantes entre 2008 e 2018, o que representa aumento de 11,5% no período, de acordo com o Atlas da Violência 2020 divulgado no dia 27 do mês passado.

Entrando para essa estatística, está o assassinato de um vereador de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense no Rio de Janeiro. O parlamentar Alexsandro Silva Faria, conhecido como "Sandro do Sindicato", foi morto a tiros de fuzil, na manhã desta quarta-feira (13/10), 

De acordo com a Polícia Militar, agentes do 15º Batalhão (Duque de Caxias) foram acionados para uma ocorrência no bairro Pilar, onde havia um homem ferido por disparos de arma de fogo dentro de um veículo.

Veja também!


O local foi isolado e a perícia da Polícia Civil acionada. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). A Polícia Civil confirmou que a DHBF foi acionada e os agentes se dirigiram ao local. A ocorrência ainda está em andamento.

Nas redes sociais, apoiadores, familiares e amigos lamentaram a perda violenta do vereador.

Sandro é o terceiro vereador de Duque de Caxias assassinado este ano. No mês passado, Joaquim José Quinze Santos Alexandre, conhecido como Quinzé, foi morto na Avenida Estácio de Sá, no Parque Novo Rio, em São João de Meriti, também na Baixada.

E em março, Danilo Francisco da Silva, o Danilo do Mercado, foi assassinado ao lado do filho, Gabriel da Silva, de 25 anos. 

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS