Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
CENAS FORTES

Vídeo: filho mata pai com sequência de golpes de facão

“Matei porque ele estava me tirando”, teria dito o suspeito para a polícia. O caso chocou os moradores da cidade de Araucária, no Paraná.

quinta-feira, 03/03/2022, 16:37 - Atualizado em 03/03/2022, 16:37 - Autor: Com informações Istoé

Google News

O jovem foi detido com as roupas sujas com o sangue do pai e assumiu a autoria do homicídio
O jovem foi detido com as roupas sujas com o sangue do pai e assumiu a autoria do homicídio | Reprodução

Um caso de homicídio brutal de um filho contra o próprio pai gerou revolta entre os moradores de Araucária, no Paraná. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. O suspeito foi preso em flagrante momento depois de cometer o crime.

Câmeras de segurança registram o momento em que Valter Miranda, de 58 anos, foi morto pelo filho, de 23 anos, com golpes de facão no mercado da família no domingo (27). Na gravação, Miranda é visto entrando no mercado já ensanguentado.

Na sequência, o filho dele aparece segurando um facão andando atrás do pai. Clientes e funcionários saíram correndo com medo da briga. Em seguida, o rapaz ataca Miranda. A vítima tenta correr, mas acaba caindo no chão e volta a ser esfaqueada por diversas vezes.

CENAS FORTES:

  

A Guarda Municipal da cidade foi acionada para atender a ocorrência. O jovem foi detido com as roupas sujas com o sangue do pai e assumiu a autoria do homicídio. “Matei porque ele estava me tirando”, teria dito o rapaz para os agentes.

A vítima chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Veja também:


Pai e filho trabalhavam juntos em um comércio de carnes assadas, perto de onde o crime aconteceu. O facão utilizado pelo filho é o mesmo usado para o corte das carnes no comércio da família. O criminoso confesso foi encaminhado para a delegacia onde se encontra preso a disposição da justiça.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS