Diário Online
Notícias / Mundo-Notícias
ATAQUE TERRORISTA

Premier do Iraque escapa da morte após ataque de drone bomba

A residência do premier foi atacada por drone explosivo lançadas por manifestantes que protestavam contra o resultado da eleições.

terça-feira, 09/11/2021, 20:46 - Atualizado em 09/11/2021, 20:46 - Autor: Com informações Istoé


O primeiro-ministro iraquiano, Mustafa Al-Kadhimi
O primeiro-ministro iraquiano, Mustafa Al-Kadhimi | Ali Balıkçı/Anadolu Agency

O primeiro-ministro iraquiano, Mustafa al-Kadhemi, saiu ileso, na noite do último sábado (6), de uma “tentativa de assassinato” com um drone explosivo, que teve como alvo sua residência, localizada na Zona Verde de Bagdá. As informações foram repassadas pelo gabinete do primeiro-ministro.

“Um drone explosivo tentou atacar a residência de Kadhemi”, que “não ficou ferido na tentativa de assassinato”, informou o gabinete.

Testemunhas relataram à emissora de televisão Al-Arabiya terem ouvido duas explosões por volta das 2h50 de domingo (20h50 de sábado, em Brasília).

Veja também!


Pelo Twitter, Al-Kadhimi se disse “um projeto de redenção para o Iraque e o povo iraquiano“. “Os mísseis da traição não desanimarão os crentes. Nenhum fio de cabelo será atingido na firmeza e insistência de nossas heroicas forças de segurança para preservar a segurança do povo, alcançar a Justiça e aplicar a lei“, escreveu pouco depois do incidente.

“Eu estou bem, louvado seja Deus, com o meu povo, e eu peço calma e tranquilidade a todos, pelo bem do Iraque“, completou.

A casa de Al-Kadhimi fica na capital Bagdá. A região abriga órgãos internacionais e embaixadas de diversos países e, por isso, conta com segurança reforçada. Ainda não se sabe quem foram os responsáveis pelo ataque à casa do premier.

PROTESTO

Na última sexta- feira (5), manifestantes que protestavam contra o resultado da eleição parlamentar de outubro, da qual Al-Khadimi saiu vitorioso, foram impedidos a tiros de acessar a Zona Verde. Um manifestante morreu. Na ocasião, o primeiro-ministro iraquiano disse não ser o responsável pela ação truculenta da polícia e pediu que o caso fosse investigado.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS