Diário Online
Notícias / Polícia
INVESTIGAÇÕES CONTINUAM

Caso Yasmin: novos depoimentos são colhidos pela polícia

Expectativa é concluir, até a próxima sexta-feira (7), todos os depoimentos pertinentes ao caso da jovem Yasmin Macêdo

quarta-feira, 05/01/2022, 21:05 - Atualizado em 05/01/2022, 23:34 - Autor: Fernanda Palheta


Yasmin Macêdo tinha 21 anos, era modelo e influenciadora digital
Yasmin Macêdo tinha 21 anos, era modelo e influenciadora digital | Arquivo Pessoal

O caso de Yasmin Macêdo, de apenas 21 anos, permanece uma incógnita em meio a constantes atualizações ou reviravoltas, especialmente entre amigos e familiares da vítima que, desde que se despediram da jovem, têm acompanhado as investigações policiais retomadas essa semana.

As atenções ao caso foram voltadas também depois de uma nova versão divulgada pelo médico legista, Euler Cunha Magalhães, que afirmou que uma série de disparos de arma de fogo foi feita durante o passeio de lancha onde estava a jovem.

Novos depoimentos

Tendo essa revelação como base, desde o início da semana a Polícia Civil tem colhido novos depoimentos. De acordo com o advogado da família de Yasmin, Luiz Araújo, mais quatro testemunhos deverão ser ouvidos ao longo desta quinta-feira (6). A expectativa é manter a celeridade das investigações e concluir as novas inquirições até sexta (7).

“A expectativa agora é concluir os depoimentos que poderão ou não ser encaminhados pela polícia para o Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves, que será o responsável por conduzir a reprodução simulada dos fatos”, explica Araújo.

Reconstituição do caso

Questionado se existe uma previsão para que essa reconstituição seja feita, o advogado disse não ser possível afirmar, apesar de estar esperançoso.

“Previsão mesmo não tem. Ela só deve acontecer depois da realização de todos os depoimentos pertinentes ao caso”, esclarece. “Mas estou aqui na esperança de que isso seja realizado”, pontua o profissional que, mesmo em meio a um caso de grande repercussão, se diz estar confiante com o trabalho que tem realizado desde que assumiu o caso em 17 de dezembro.

+ Médico legista entrega arma usada no dia da morte de Yasmin

“Eu não estou aqui para acusar ninguém levianamente, muito menos defender os interesses de alguém. Eu estou aqui em busca da verdade. É um direito da família saber a verdade e que esse fato, a morte da jovem Yasmin, seja esclarecido”, afirma.

Relembre o caso

Yasmin Macêdo, de 21 anos, desapareceu na noite de 12 de dezembro de 2021 durante um passeio de lancha com amigos no Rio Maguari. O corpo dela foi encontrado na manhã seguinte, em 13 de dezembro, por uma equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS